Públicado em: 14/11/2021 ás 22:18:0014/11/2021 ás 22:18:00

Presidente do Consórcio de Saúde apresenta números e resultados aos prefeitos e secretários de saúde da região

O Consórcio Intermunicipal de Saúde do Vale do Peixoto tem feito um excelente trabalho na gestão do Hospital Regional. Neste ano foram realizados vários investimentos em saúde pública, como por exemplo, aquisição de medicamentos, contratação de especialistas, exames, manutenção da estrutura do hospital, salários da equipe médica e demais servidores entre outras ações.

Nesta semana a diretoria do Consórcio de Saúde convidou prefeitos e secretários municipais para uma prestação de contas e apresentação de relatório de receitas e despesas.

O prefeito de Novo Mundo, Antônio Mafini juntamente com os secretários de saúde de Novo Mundo e Terra Nova do Norte acompanharam a apresentação de todos os números e valores aplicados no Hospital Regional que atende todos os municípios da região.

No geral foram quase R$ 6 milhões em serviços especializados durante todo o ano, mais de R$ 1 milhão de reais em exames para atender a demanda da região, mais de R$ 3 milhões para custar todas as despesas do bloco cirúrgico, sem contar medicamentos, materiais necessários e custos para manter toda a estrutura do Hospital Regional.

Hoje o consórcio recebe recursos do Governo do Estado de Mato Grosso e também um repasse dos municípios consorciados para manter a gestão do hospital e garantir a realização dos serviços e atendimentos aos pacientes.

Matupá repassou uma média mensal de R$ 50 mil reais, Novo Mundo em torno de R$ 19 mil, Terra Nova do Norte mais de R$ 30 mil reais e Peixoto de Azevedo, onde fica a sede do hospital girou em torno de R$ 100 mil reais por mês.

O Governo do Estado de Mato Grosso investiu no Hospital Regional de Peixoto de Azevedo cerca de R$ 940 mil reais por mês nos últimos meses e mais R$ 640 mil reais por mês de recurso exclusivo para a manutenção da ala COVID-19.

Toda a prestação de contas que está sendo apresentada aos prefeitos, vereadores e secretários municipais, demonstrando todo o trabalho para colocar em dia a contabilidade, licitações e credenciamento médico e todo o balancete também será publicado no site do Consórcio de Saúde para maior transparência e acesso à toda a população.